PELOS ANIMAIS

Como defensor dos animais (e não somente de cães e gatos), entendo que o mínimo que posso fazer por eles é ser vegano, ou seja, ter uma postura de não violência em respeito a esses seres. Por isso, busco não participar de nenhuma forma de exploração, tendo uma alimentação vegetariana (livre de produtos de origem animal), assim como não usar couro, lã, seda e demais produtos vindos de violência e sofrimento.

Busco não usar, na medida do possível, produtos que sejam testados em animais. Não frequento espetáculos com animais, não compro e não vendo animais, pois entendo que eles não são mercadorias e sim seres sencientes e merecedores de respeito. Como ativista pelos direitos animais e educador humanitário há oito anos, já realizei inúmeros projetos com foco na conscientização sobre os direitos animais, veganismo, vegetarianismo, inspirando assim os seres humanos a fazerem sua parte em prol dos cães, dos gatos, dos cavalos, dos bois, das galinhas, dos porcos, dos peixes e demais animais existentes em nosso planeta. Meu trabalho é despertar valores éticos e a não violência nas crianças, nos jovens e nos adultos.

Produzi documentários educativos importantes como: “Os direitos dos animais em condomínios”, que vem ajudando os animais e as pessoas em todo o território nacional a conhecerem seus direitos e os direitos dos animais dentro dos condomínios, e os documentários “Os animais na terra da felicidade” e “Salve o 2 de julho e os animais”, provas necessárias para retirada dos animais das festas populares de Salvador, como a Lavagem do Bonfim, Mudança do Garcia, Desfile do 2 de Julho. Esses três últimos foram produzidos em parceria com a ONG Terra Verde Viva. Contribuí, ainda, com a produção do making off e a dublagem do personagem “Barreto” para o filme “Vegana”, do Instituto Nina Rosa, do qual fui parceiro e voluntário por mais de sete anos. Veja em "Projetos Realizados".

Trabalhei muitos anos ajudando ONGs em ações assistencialistas e educativas em prol dos animais, tanto em Salvador, com as ONGs Terra Verde Viva, Célula Mãe e FEBADAN-Federação Baiana de Entidades Ambientalistas e Defensoras dos Animais, como em São Paulo, inclusive como voluntário no Santuário Rancho dos Gnomos, do qual continuo parceiro até hoje. Como ativista e protetor, resgatei inúmeros animais de pequeno e grande porte em situação de risco, atropelados e em estado de sofrimento, vendo muitos deles morrendo em minhas mãos por não existir um hospital público veterinário e nem um grupo de apoio para ajudá-los. Como guardião, cuidei por muitos anos de mais de 30 animais de grande e pequeno porte como gatos, cachorros, bois, cavalos, avestruz, galinhas, perus, tartarugas e pavões, que hoje vivem em um santuário para animais. Nesse período, experimentei as inúmeras dificuldades que os protetores sentem na pele todos os dias. Atualmente, cuido de quatro cães adotados que foram abandonados, fruto da ausência da educação. Todos eles foram castrados e vivem uma vida digna em contato com a natureza e com pessoas que olham por eles.

Acolhimento de animais abandonados

Tapioca - Adotado por uma família

Resgate de peixes

Mel - adotada

Viagem para santuário

Calebre- adotado

Resgates de cavalos em Salvador
 
Transferindo cobra
Medicando os bois e vacas
Apoio na retirada dos animais do Circo Portugual
Fotos da viagem para santuário
Aulas sobre veganismo e alimentação vegetariana (vegan)

© 2023 por crianças da áfrica. Orgulhosamente criado por Wix.com

Ligue:

71- 9 9332 4640 (Whatsapp e Tim)

 

Endereço: 

Abrantes, Camaçari- BA